sábado, 2 de novembro de 2013

Vídeo Conferencia Prisional



Uma simples vídeo conferencia poderia ter salvo a vida do Kayo e do PM . Uma vídeo conferencia é falar com uma pessoa ou um grupo de pessoas que estão longe, por aparelhos de telecomunicação.

O que se precisa para fazer uma vídeo conferencia?
Os componentes essenciais para realização de uma vídeo conferência são:
*Câmera Principal (captar imagem do ambiente),
* Microfone (captar áudio do ambiente),
* Monitor (TV ou a própria tela do computador ou um       projetor),
* Caixa de Som (Parte do sistema proprietário ou externa);
* conexão com a  Internet.
 Será que é tão difícil assim, até com celular nos dias de hoje pode-se fazer uma vídeo conferencia.

 Não tão longe do bairro onde moro, o menino kayo de oito anos e um soldado da PM morreram  em frente ao fórum de Bangu por conta de um tiroteio com quadrilha fortemente armada,em uma tentativa de libertar um preso que estava prestando depoimento dentro do fórum.
 Saiu de seu cárcere privado e foi passear pelas ruas do Rio de Janeiro, com uma escolta policial de dar inveja, a escolta presidencial do Obama.
Estou exagerando? Quanto será que custa cada passeio deste ? Não sei e nem quero saber, porem temos um fato concreto em mãos para uma boa investigação. Quem esta faturando com esse ir e vir de presos que deveriam estar cumprindo suas penas em cárcere privado? O que já nos custa uma boa grana de impostos. E pra onde vai esse dinheiro? Não existe reabilitação, estruturação, socialização e o mais trágico pessoas morrem por essas arbitrariedades. O que acontece com a praticidade e o bom senso?

 O Século XXI é real, as Tecnologias da Informação e Comunicação são intrínsecas em nossa sociedade globalizada, internetizada e digitalizada. Por que ainda temos que viver em tempos de total descaso com o dinheiro publico, entra governo, sai governo e a corrupção não acaba, somos sempre tratados como indigentes, não pertencemos a nenhum lugar e não temos individualidade. Ainda vivemos no voto do cabresto. Os “servidores públicos” comportam-se como coronéis, dominantes e determinados em extrair o Maximo possível dos cofres públicos afinal quatro anos passam rápido e para isso a corrente do mal expande-se, joga pimenta nas argumentações de acordo , afoga os gritos de socorro, flagela o corpo , aprisiona os sonhos e com o poder da impunidade se intitulam deus, determinam quem vive e quem morre, como vive e como morre.

Não somos burros, malucos e nem covardes. Somos um povo escravizado, engessado, espancado, doutrinado a viver nas massas. Temos que mudar o quadro caótico de nossa atual sociedade. O ser humano não nasceu para viver no cativeiro intelectual.

 Um país não cresce sem educação.


  João 8:32 E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará".

O discurso não é simplesmente aquilo que traduz as lutas ou os sistemas de dominação, mas aquilo porque, pelo que se luta, o poder do qual nos queremos apoderar. (Michel Foucault)
 ...