sexta-feira, 20 de setembro de 2013

A Rocha e a Flor.

Tarsila_Manacá


O Amor é uma flor selvagem de extrema beleza, enraizada nas pedras, cresce em lugares inóspitos onde a sobrevivência esta em conseguir alimento,proteção e abrigo. O amor é a maior prova de fé existente no reino de Deus. Toda desobediência do homem esta em não amar, pois quando o amor nasce não existe retorno, os dias serão de sacrifícios e vigílias. (1 Coríntios 13:13 ) Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

 Estar apaixonado é a aventura de pular de paraquedas, é fazer escaladas, “viver as emoções em emoções no limite das emoções”. Todos os dias se anda em uma Montanha Russa, gritando muito, sorrindo muito, com o coração na boca, o estomago revirado, fazendo toda a gravidade do planeta te deixar de pernas para ar e de cabeça para baixo. Assim é a Paixão, esse turbilhão de emoções extremistas que nos fazem ir ate a beira do abismo e pular de Asa Delta... rsrsrs. É uma delicia de estar.

 “Quem já se apaixonou sabe que naquele momento, entregaria sua vida pelo outro”.
Para que? Pelo exercício de ser e não de estar.

 Em todas as ações extremas arriscamos nossa vida, o bem maior que Deus nos deu, ao outro. A Paixão nos atesta que em momentos de morte, a vida surgira. O amado de sua alma estará ao seu lado para te proteger, mas cuidado não confunda salvação com proteção, pois quem salva é Deus. A salvação é individual, você tem que querer ser a Rocha do Amor de Jesus. (do seu amado). João 14:6 Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. 

 A paixão é uma atração física, uma emoção, um sentimento impulsivo que pode gerar sintomas e sensações em nosso corpo. Nossos limites físicos e cognitivos são testados todos os dias, porem é estado transitório, que se resume em exercício da confiança, da entrega, testa nossos limites.

 E quer saber: "Só os fortes sobrevivem a essa Paixão", muitos morrem eternamente apaixonados, esquecem de ser a Rocha e ficam eternamente na posição da Flor. (João 14:12-15) Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai. E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei. Se me amais, guardai os meus mandamentos. 

Amar é o resultado de todas as ações extremistas do eu e você. O amor nos ensina que seremos a montanha para guardar e proteger. O Rocha que sofre as ações do tempo, que sofre as agressões dos homens. Para guardar a frágil flor nos tornamos Rochas, protetoras, duronas. O amor nos coloca no lugar onde a fé remove montanhas, delimita territórios e se faz de fortaleza para o mais forte sentimento existente, porem o mais frágil, o Amor .

 “Amar é saber que você tem que viver para proteger o seu amor e não morrer de amor como os apaixonados.”

 A Paixão de Jesus nos mostra a confiança depositada em Deus. Jesus sofreu na carne, derramou seu sangue pela dor da separação. Sofreu as dores do mundo quando invalidou sua Paixão pelo amor do Pai. Chegou à beira da morte, mas Jesus era certo que Deus estava a espera dele.

 E Deus amparou a frágil Flor como Rocha Forte. ( Marcos 15:38)    E o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo. 

 Ver esse sofrimento em carne, sangue e dor, muitos levantam o gigante e vão embora. (Hebreus 2:9) Vemos, porém, coroado de glória e de honra aquele Jesus que fora feito um pouco menor do que os anjos, por causa da paixão da morte, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todos. 

 Quando a Paixão se transforma em Amor, voltamos ao estado inóspito pelo pecado original “somos seres caídos”, mas, teremos uma linda flor para nos enfeitar e nos dar vida. A Rocha dura, áspera, guarda a fragilidade de Deus. Temos nosso livre arbítrio, não somos escravos, nem servos para Deus somos filhos amados e temos o direito da escolha. Como bom Pai nos mostra o bom caminho, nos aconselha e nos direciona.

 Jesus virou  Rocha em amor ao Pai e devemos virar Rocha em amor à Jesus. Toda palavra escrita de Deus nos ensina a confiar, a entregar, a ter fé, a guardar, a proteger. Amor é vida e vida com abundancia, pois sem o pólen das flores, nossos rochedos seriam mortos, não existiria vida e o homem perderia o propósito de sua existência, de ser o jardineiro fiel do Senhor. De ser aquele que guarda o maior bem de Deus. O AMOR. (1 Coríntios 10:4 )E beberam todos de uma mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra espiritual que os seguia; e a pedra era Cristo. 

 Ser a Rocha é renunciar o mundo pela flor da salvação: O Amor. (Mateus 22:14) Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VIVA VIDA!
VIDA VIVA!